Michel Teló é acionado na Justiça para pagar R$ 130 mil por alterar verso de música

O cantor Michel Teló foi acionado na Justiça do Mato Grosso do Sul após o Grupo Tradição , conjunto no qual ele começou a carreira artística, não pagar uma indenização aos herdeiros da música Pé de cedro.

De acordo com as informações da colunista Fábia Oliveira , do portal Em Off , o valor da indenização, que estava em R$ 30 mil, agora foi corrigido e já ultrapassa os R$ 130 mil.

A vitória de Hilger Coutinho da Silva e Ilda Alves da Silva aconteceu há quase dez anos, em 2012 , entretanto, estão até hoje sem receber o dinheiro que o Tradição ficou de pagar.

De acordo com a publicação, o motivo da briga foi a alteração de um verso da faixa, durante a gravação de um CD e DVD que ocorreu no ano de 2005 .

O grupo teria trocado o “no meu último repouso na cidade de Coxim”, por uma menção à capital campo-grandense, “no meu último repouso na cidade de Campo Grande”.

Ainda de acordo com a colunista, Teló segue como sócio do grupo musical e, por isso, também tem responsabilidade no pagamento do valor.

“Seja a ação julgada procedente, desconsiderando a personalidade jurídica, intimando-se os sócios-proprietários da empresa [Tradição Representações Artísticas] na pessoa do senhor Michel Teló”, diz um trecho da ação.

O pedido feito à Justiça , é para que seja efetuado o pagamento da dívida, se não for cumprido, seja realizada a penhora de bens em nome dos sócios. No entanto, como são vários sócios, há dificuldade para intimar e citar cada um dos envolvidos na ação.

 Da redação com o Metrópoles 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *