PMDF despede-se do cão Eddy, campeão em apreensões de drogas

cachorro campeão em apreensão de drogas pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), Eddy, morreu ontem (18/11). O pastor-belga sofreu complicações de uma torção gástrica.

O cão fazia parte do Batalhão de Policiamento com Cães (BPCães) e estava com 4 anos. Segundo a corporação, o animal vivia o auge da carreira. Destacou-se na unidade como líder em apreensões de drogas nos últimos 2 anos.

Veja imagens de Eddy em ação e da despedida:

Eddy nasceu no BPCães e, com menos de 1 ano, em 2018, começou a ser treinado como “recruta”. “Ficou um clima de luto na unidade. Todos os policiais lá tem seus cães. Quando um deles morre, todos têm o mesmo sentimento de perda”, afirmou o major Carlos Augusto Reis, do BPCães.

Os policiais do BPCães realizaram uma cerimônia de despedida para o policial canino. Estiveram presentes na solenidade a família do cabo Franque Salviano, que conduzia Eddy, além de outros militares. Essa foi a primeira vez que fizeram uma despedida para um policial canino na sede do BPCães.

“O Eddy era um filho para mim e, muito do que sou como profissional hoje, aprendi nos treinamentos para torná-lo um policial”, orgulhou-se o cabo Salviano.

“Nesses 4 anos, todas as apreensões que ele fez, somadas, dão mais de 400kg de drogas”, contou o major Reis. O cachorro ainda trabalhou pela manhã, antes de passar mal à tarde e passar por uma cirurgia. Ele morreu na sala de procedimento.

 Da redação com o Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *