Servidores inscritos no GDF Saúde contarão com plano em rede nacional

Em cerimônia no Palácio do Buriti, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), anunciou nesta quarta-feira (27/10) algumas mudanças para o GDF Saúde.

O plano passará a contar com uma linha de atendimento em nível nacional e outra, distrital, com algumas particularidades.

Os servidores que já fizeram a adesão terão direito ao atendimento em rede nacional, enquanto o plano distrital contemplará servidores com remuneração de até cinco salários mínimos que se interessarem em aderir ao GDF Saúde. No entanto, a adesão não dará direito a atendimento em rede nacional.

As mudanças foram elaboradas pelo Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Distrito Federal (Inas), que administra o plano, e serão anunciadas por meio de portaria a ser publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

Segundo o anúncio, a criação da linha distrital vai servir como economia de 50% nos valores pagos atualmente pelos servidores. Quem paga R$ 400 na condição de titula, passará a desembolsar R$ 200. A redução vale para dependentes e também para aposentados e pensionistas e seus dependentes.

O plano conta hoje com 26 hospitais credenciados e mais de 2,2 mil prestadores de serviço credenciados, entre clínicas, laboratórios, associações e também uma cooperativa.

 Da redação com o Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *