Investigador diz que creche onde bebê morreu é “depósito de crianças”

Um policial civil que atuou nas diligências que investigam a causa da morte da bebê Amariah Noleto, 6 meses, nessa quarta-feira (20/10), classificou a creche em que a bebê estava como “depósito de crianças”. Segundo os agentes, o local é muito insalubre para o cuidado de pessoas tão novas.

Segundo as testemunhas ouvidas, a Creche da Tia Cleidinha, localizada na Vila Buritis, em Planaltina, abrigava cerca de 40 crianças, mas tinha apenas um berço para todas elas. O leito dos pequenos era dividido por lençóis, para que mais de uma criança conseguisse dormir ao mesmo tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *