CPI da Covid: Randolfe quer incluir Paulo Guedes na lista de indiciados

Na reta final dos trabalhos, o vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), acredita que alguns nomes ainda podem ser incluídos no parecer final. O relatório de Renan Calheiros apresenta uma lista com 72 indiciados, sendo 70 pessoas físicas e 2 jurídicas (Prevent Sênior e VTC Log). Para Randolfe, o ministro da Economia, Paulo Guedes, também deve figurar na condição de indiciado. O documento será lido na quarta-feira (20/10).

Em entrevista coletiva nesta terça (19), Randolfe afirmou que o nome de Guedes ainda não consta no texto, mas que pode entrar ainda hoje. “Acho que ainda tem gente para entrar nessa lista. Ainda está incompleta”, avaliou. “O ministro Paulo Guedes, acho que ele vai ter que entrar. Esse é um dos pontos que temos que conversar mais tarde”, acrescentou.

documento só chegou às mãos dos senadores na noite dessa segunda (18/10). O grupo majoritário da CPI ainda deve se reunir na noite desta terça-feira, no apartamento funcional do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), para discutir detalhes no relatório. Randolfe afirmou que o colegiado está preparado para ler o parecer na quarta. “Eventuais ajustes não prejudicarão a leitura do relatório amanhã. De amanhã, não passará”, disse.

A data da votação do documento está prevista para a próxima quarta (26/10). Além do indiciamento do presidente Jair Bolsonaro por 11 crimes na condução da pandemia, devem ser responsabilizados filhos do presidente, ministros e ex-ministros, funcionários e ex-funcionários do governo, deputados e médicos.

 Da redação com o Correio Braziliense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *