Imposto de Renda: 870 mil contribuintes caíram na malha fina. Saiba o que fazer

Cerca de 870 mil contribuintes caíram na malha fina do Imposto de Renda 2021, de acordo com dados da Receita Federal desta quinta-feira (30/9). O número representa 2,4% do total de documentos entregues.

Dentre as declarações retidas, 666.647 são com imposto a restituir, 181.992 com imposto a pagar e 20.663 com saldo zero. Os principais motivos de retenção foram destacados pela Receita:

  • 41,4% – omissão de rendimentos sujeitos ao ajuste anual (de titulares e dependentes declarados);
  • 30,9% – deduções da base de cálculo (principal motivo de dedução – despesas médicas);
  • 20,0% – divergências no valor de IRRF entre o que consta em Dirf e o que foi declarado pela pessoa física;
  • 7,7% – motivados por deduções do imposto devido, recebimento de rendimentos acumulados, e divergência de informação sobre pagamento de carnê-leão e/ou imposto complementar.

Como saber se esta é a sua situação?

Ao verificar a situação da sua declaração, você será informado se há ou não pendências que impeçam o pagamento da restituição. A consulta pode ser feita na página da Receita na internet ou no aplicativo do órgão em celulares e tablets.

Caiu na malha fina. E agora?

Há três alternativas neste caso:

 

a) Declaração retificadora: corrigir a Declaração apresentada, sem qualquer multa ou penalidade. Isso não será possível caso o contribuinte já tenha sido intimado ou notificado;

b) Coletar e apresentar todos os comprovantes e documentos que atestam os valores declarados e apontados como pendência no Extrato. Depois, basta formalizar um Processo Digital para a Malha Fiscal por meio do Portal e-CAC;

c) Esperar comunicado da Receita Federal para apresentar documentação que explique a pendência do Extrato.

Da redação com o Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *