Chamado de pedófilo, Caetano Veloso perde ação contra deputado Marco Feliciano

Caetano Veloso perdeu uma ação contra o deputado e pastor Marco Feliciano (Republicanos-SP). O cantor tinha acusado o parlamentar de injúria, difamação e calúnia, mas não teve as queixas acatadas pelo juiz Nelson Ferreira Junior, do TJDF (Tribunal de Justiça do Distrito Federal). Segundo o magistrado, as manifestações do parlamentar fazem parte do “exercício legítimo da liberdade de criticar.

Além disso, Caetano foi condenado a pagar R$ 6 mil em honorários para os advogados de Feliciano. O músico sentiu que teve sua imagem prejudicada quando o pastor o acusou de estupro de vulnerável, contra Paula Lavigne, em 2017, com quem depois se casaria. Quando ficaram juntos pela primeira vez, ela tinha 13, e ele, 40. “Estupro é crime imprescritível”, disse à época.

Da redação com o Terra Brasil Notícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *