Após atos de 7 de Setembro, Esplanada dos Ministérios permanece fechada nesta quarta-feira

Após as manifestações de 7 de Setembro, a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) anunciou, no começo da noite desta terça-feira (7), que a Esplanada dos Ministérios, na altura das vias S1 e N1, vai permanecer fechada para veículos nesta quarta (8). De acordo com a pasta, “a liberação das vias ocorrerá após avaliação do cenário por parte das autoridades de trânsito”.

Os anexos dos ministérios, que terão expediente normal de trabalho, poderão ser acessados pelas vias S2 e N2, informou a SSP.

Conforme a secretaria, por razões de segurança, a Praça dos Três Poderes segue restrita a manifestações. “As forças de segurança permanecerão monitorando toda a região central de Brasília, por meio do Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob) e equipes em campo.”

A secretaria disse ainda que os atos desta terça, tanto a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), como contra – que ocorreram perto da Torre de TV – foram finalizados “sem nenhuma intercorrência grave”.

Ocorrências durante as manifestações

A Secretaria de Segurança Pública disse que a Polícia Militar do Distrito Federal reforçou o policiamento no centro de Brasília e trabalhou com apoio de tropas especializadas, como a Cavalaria, o Batalhão de Choque (BPChoque) e o Batalhão de Policiamento com Cães (BPCães).

Segundo a pasta, nas áreas de revista pessoal, os policiais recolheram hastes de bandeiras e canos, que não eram permitidos. Também foram registrados nove furtos de telefones celulares.

“Uma pessoa foi detida por policiais militares, na Esplanada, por porte de drogas e celulares. Ela foi conduzida à 5ª Delegacia de Polícia e autuada em flagrante”, informou a SSP.

Em um outro flagrante, feito pela PM atrás do Ministério da Economia, um homem foi encaminhado ao Departamento de Polícia Especializada (DPE), por porte de drogas e de arma branca. “Ele assinou um Termo de Compromisso e foi liberado”, disse a secretaria.

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro retiram grades de proteção na Esplanada

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro retiram grades de proteção na Esplanada

A Secretaria de Segurança Pública, no entanto, não se posicionou sobre a derrubada de grades por manifestantes favoráveis ao governo, durante a manifestação (veja vídeo acima).

Apoiadores de Bolsonaro furam bloqueio e invadem Esplanada

Apoiadores de Bolsonaro furam bloqueio e invadem Esplanada

Pelo relatório da SSP, o Corpo de Bombeiros registrou 32 atendimentos, sendo 22 deles relativos a mal estar provocado pela seca e pelo calor em Brasília. Os outros dez foram pré-hospitalares – duas pessoas foram levadas para o hospital por causa de convulsões e uma por queimadura. A secretaria não deu detalhes sobre as causas da queimadura.

Da redação com o G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *