Com presidente pendurado no TSE, PTB busca rumo

A confusão anda grande no PTB. Depois da abrupta saída de Fadi Faraj, que teve uma gestão relâmpago como presidente da sigla no DF, o partido espera pela confirmação do distrital

como novo líder. Ocorre que Gomes continua enrolado na Justiça, o que não chega a ser novidade para o PTB, que tinha Roberto Jefferson como presidente, preso por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do STF.

Na Justiça

José Gomes já acertou tudo — até questões financeiras — com Jefferson, mas está com o mandato pendurado por uma liminar no STF. Ele foi condenado pelo TRE e pelo TSE por irregularidades na campanha e deve perder a cadeira na Câmara Legislativa. Ainda assim tenta se fortalecer politicamente, mas a situação é grave. Na semana passada tentou ingressar com novo recurso no STF, mas foi barrado pelo ministro Barroso.

Doce vingança

Quem está com um sorriso largo e vingativo é a deputada distrital Jaqueline Silva, que perdeu o comando da sigla para Faraj, em outra canetada fatal de Roberto Jefferson. Gomes está tentando demovê-la da ideia de ir para o Agir (ex-PTN), mas ela já esteve até com o presidente do partido, Daniel Tourinho, no Palácio do Buriti.

A Deus pertence

Não se sabe o destino de Fadi Faraj. O pastor foi derrotado quando se candidatou ao Senado, mas quer eleger a irmã, Sandra Faraj, deputada federal — pelo menos este foi o plano apresentado a Jefferson, no PTB. Mesmo com apoio da sua igreja, talvez tenha que se satisfazer com menos.

Depois do feriado

O governador Ibaneis Rocha não marcou nenhum compromisso para amanhã. Vai esperar o resultado das manifestações em Brasília. Mas, já no dia seguinte, retoma a programação de entregas e inaugurações, começando pelas quadras 507/508 Sul, que foram revitalizadas. Ainda esta semana ele entrega casas populares e o novo CRAS, tudo no Recanto das Emas.

IPTU verde

O IPTU verde, iniciativa que concede benefícios fiscais ao contribuinte que adotar práticas sustentáveis em sua propriedade, vem ganhando adesão em diversas partes do país. Ao menos quatro capitais — Porto Alegre, Florianópolis, Salvador e Natal — já implementaram a medida, além de uma dezena de cidades em São Paulo e outros estados. O tema consta até em uma Proposta de Emenda Constitucional, de número 13/2019, em tramitação no Senado.

Aqui, não

No Distrito Federal, a questão do IPTU Verde foi parar nos tribunais. Em março deste ano, o Conselho Especial do TJDFT considerou inconstitucional a Lei Distrital 5.965/2017, por entender que a norma contraria o princípio de independência dos Poderes, previsto na Lei Orgânica. No entendimento dos magistrados, a medida interfere em matéria reservada a órgãos administrativos.

Em Orlando

O Ministério Público do DF denunciou o distrital Robério Negreiros (PSD) (foto) por peculato e falsidade ideológica. A acusação é resultado da Operação Absentia, deflagrada em 2019 para apurar supostas fraudes na lista de presença do parlamentar na Câmara Legislativa. A ação apresentada pelo MP compara fotos registradas nas redes sociais, nas quais o parlamentar participa de festas e almoços nos EUA, com as folhas de presença assinadas na Câmara Legislativa. Em 6 de novembro de 2018, Negreiros aparece em um restaurante em Orlando. Mas consta como presente na sessão ocorrida no mesmo dia na Câmara Legislativa.

Erro eventual

Em nota, Robério Negreiros qualificou a denúncia do MPDFT de “absurda”. Ele disse não ter cometido qualquer ilícito e que “o eventual erro administrativo” já foi corrigido pela Câmara Legislativa. O distrital ressaltou, ainda, que “já foi julgado inocente pelo TCDF pelos mesmos fatos”.

Vive la différence

Na França, a ministra da Cultura, Roselyne Bachelot-Narquin, divulgou nas redes sociais um longo testemunho em homenagem a Jean-Paul Belmondo, ícone da Nouvelle Vague. Por aqui, a morte de João Carlos Assis Brasil, mestre do piano nacional, não mereceu qualquer menção oficial.

Turismo em Brasília

O Ministério do Turismo e a Secretaria de Turismo do DF vão unir esforços para incentivar o turismo cívico em Brasília. Enquanto a pasta local se encarrega de desenvolver produtos para incentivar a visita à capital federal, o ministério apoiará a comercialização desses roteiros, por meio de campanhas e exposição em feiras. Setembro é o mês oficial do turismo cívico em Brasília, conforme lei distrital.

Só papos

“A MP (editada pelo Palácio do Planalto) proíbe qualquer rede social de remover conteúdo que fira as regras da plataforma, incluindo conteúdos criminosos. Isso é extremamente grave!”
Felipe Neto, influenciador digital

“A MP da Liberdade de Expressão garante que apenas a Justiça possa definir o que é ou não crime, justamente para que milhões de pessoas não fiquem reféns do arbítrio de meia dúzia de Felipes”
Mário Frias, secretário especial de Cultura

Da redação com o Correio Braziliense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *