Motorista de aplicativo é preso por usar carro para fazer entrega de drogas

Polícia Civil deflagrou a 3ª fase da Operação Tentáculo para coibir o tráfico de drogas no Distrito Federal. Na ação da manhã dessa segunda-feira (24/5), os agentes prenderam em flagrante um motorista de carro por aplicativo, suspeito de integrar a organização criminosa.

O homem de 30 anos foi detido no momento em que transportava 5 kgs de skunk, que teriam como destino um comprador no Riacho Fundo. O valor total da droga é estimado em R$ 75 mil. Com ele, ainda foram encontrados R$ 952 em espécie.

“Ele foi capturado enquanto transitava pelas ruas do Riacho Fundo”, explica o Thiago Peralva, delegado-adjunto da 19ª Delegacia de Polícia (P Norte), responsável pela operação.

Segundo a investigação, o motorista recebia R$ 3 mil por mês para entregar os entorpecentes aos compradores dos traficantes, duas vezes por semana. Os indícios são de que o grupo atuava sobretudo em Ceilândia e Taguatinga.

O carro do suspeito, um Gol, foi apreendido, assim como o celular. Ele foi encaminhado à carceragem da Polícia Civil, onde aguarda a realização da audiência de custódia. Nesses casos, o preso se apresenta a um juiz que avalia a legalidade da prisão. Ele vai responder por tráfico de drogas e associação para fins de tráfico.

Da redação com o CorreioBraziliense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *