Bolsonaro fala em “interferência externa” em caso de derrota de Trump e Mourão retruca: “Isso é bobagem”

“Isso é a opinião pessoal dele”, disse o general Hamilton Mourão em mais uma desautorização pública de declaração de Bolsonaro, que torce pela vitória de Donad Trump sobre Joe Biden nos EUA

O vice-presidente, general Hamilton Mourão (PRTB), voltou a desautorizar publicamente Jair Bolsonaro (Sem partido) nesta terça-feira (3), desta vez sobre a torcida do presidente para a reeleição de Donald Trump nas eleições dos Estados Unidos.

Pela manhã, Bolsonaro foi às redes sociais e falou que o Brasil pode sofre “uma decisiva interferência externa” em caso de vitória de Joe Biden.

“Não se trata apenas do Brasil. Devemos nos inteirar, cada vez mais, do porquê, e por ação de quem, a América do Sul está caminhando para a esquerda”, disse o presidente, após negar que seu governo já procurou a campanha de Biden para uma aproximação.

Mourão disse que Brasil e EUA seguirão com as “mesmas relações” em caso de vitória de Biden.

“O relacionamento do Brasil com os Estados Unidos é um relacionamento de Estado para Estado, independente do governo que estiver lá. Óbvio que cada governo tem suas prioridades, suas características pontuais, mas, no conjunto da obra, vamos continuar com as mesmas relações”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *