Covid-19: projeção mostra que DF deve ter mais 800 mortes em agosto

Na hipótese mais provável, em 30 de agosto, a capital teria 2.374 vítimas da covid-19

Da Redação

O número de casos confirmados e de mortes provocadas pelo novo coronavírus continua a crescer no Distrito Federal. Atualmente, a capital tem 110.302 diagnosticados com a doença e 1.530 vítimas, sendo 1.389 moradores e 141 pessoas que viviam em outras unidades da Federação, mas faleceram em unidades de saúde locais. Apesar dos números expressivos, a tendência é de que os óbitos continuem a aumentar este mês.

 

Projeções feitas pelos doutores  Breno Adaid e Thiago Nascimento, pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB), do Departamento de Ciência do Comportamento, e coordenadores do mestrado em Administração do Centro Universitário Iesb, em parceria com o estudante de estatística César Galvão, mostram que o Distrito Federal deve registrar cerca de 800 mortes este mês.
O gráfico de crescimento divulgado pelos especialistas mostra três cenários prováveis para a capital. Na hipótese mais provável, em 30 de agosto, a capital teria 2.374 vítimas da covid-19. Em uma análise “agressiva”, o número de mortos seria ainda maior: 2.792 óbitos. Na projeção atenuada, a quantidade de mortes seria de 1.956 até o fim de agosto.
Breno Adaid explica que a previsão de óbitos pode ser alterada caso acabem a disponibilidade de leitos nas unidades hospitalares da capital. “Se houver um colapso no sistema de saúde, a quantidade de mortes estouraria o cenário péssimo”, avalia.
Crescimento
O número de casos de covid-19 no Distrito Federal chegou a 110.302 nesta segunda-feira (3/8). De acordo com os dados da Secretaria de Saúde do DF, foram 274 novos casos registrados desde as 18h deste domingo (2/8). No mesmo período, foram contabilizadas sete novas mortes em decorrência do novo coronavírus. No total, o DF soma 1.530 óbitos, sendo 141 deles de pessoas de outros estados.

Fonte: Correio Braziliense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *