Delegado da Lava Jato é preso por suspeita de corrupção no Rio de Janeiro

Da Redação

 

O delegado da Polícia Federal do Rio de Janeiro, Wallace Fernando Noble Santos, foi preso sob a acusação de vender proteção aos grandes criminosos.

Wallace atuava na força-tarefa Lava Jato, sob o comando o ex-juiz Sergio Moro e ficou marcado pela operação de prisão do Almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, 76 anos.

O almirante possui uma enorme folha de serviços prestados ao país. Ele era o principal responsável pelo domínio que o Brasil passou a ter sobre uma fonte de energia relevante, a nuclear.
Segundo as denúncias contra o delegado, advogados atuavam como intermediários, vendendo proteção a empresários e repartindo a propina com policiais como Wallace Noble.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *