Bombeiros do Distrito Federal encontraram, nesta terça-feira (13.10), um corpo no Lago Paranoá, próximo à Ponte JK. Desde sábado (10), os militares buscam por Luís Gabriel da Silva de Oliveira, de 27 anos, que caiu de uma lancha e desapareceu no espelho d’água.

A família do jovem está no Lago Paranoá e foi chamada para fazer a identificação do corpo. A perícia da Polícia Civil também foi acionada e fará exames para constatar a identidade da vítima.

Desde sábado, os militares estão à procura de Luís Gabriel. As buscas começaram minutos após o desaparecimento dele, mas eram interrompidas à noite, devido à baixa visibilidade.

Os militares trabalharam cerca de 12 horas por dia na procura pela vítima. As buscas começavam às 6h30 e eram encerradas por volta das 18h30.

Investigação

O caso é acompanhado pela Capitania Fluvial de Brasília (CFB), da Marinha do Brasil. De acordo com o órgão, a embarcação estava regular, porém, o condutor se recusou a fazer o teste do bafômetro.

Corpo do jovem Gabriel da Silva de Oliveira foi encontrado na manhã da segunda-feira (13)

A Polícia Civil investiga o incidente. De acordo com informações da corporação, os amigos do jovem que presenciaram a queda dele foram interrogados. Além disso, os investigadores ressaltaram que o condutor da embarcação passou por exames no Instituto Médico Legal (IML).

Morte no Lago

Nesta segunda-feira (12), um homem morreu no Lago Paranoá, também na região próxima à Ponte JK. Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima aparenta ter entre 40 a 50 anos e não foi identificada.

De acordo com os militares, o afogamento ocorreu próximo ao local onde Luís foi visto pela última vez, no sábado (10), quando caiu de uma lancha.

Conforme a corporação, por volta de 16h30 desta segunda, banhistas resgataram o homem não identificado até a última atualização desta reportagem. Ele se afogou às margens da Ponte JK e sofreu uma parada cardiorrespiratória.

Os bombeiros tentaram reanimá-lo por quase 40 minutos. No entanto, a vítima morreu no local.

Com informações do G1/DF