Na política vale tudo

Por Antoinne Saad

Quando menos se espera chegam notícias bombásticas, bombásticas para quem tem percepção politica, do jogo político, das tramas políticas, para a maioria passam despercebidas, lógico, a ingenuidade impera no coletivo dos brasileiros, muitos não querem saber da política, outros acreditam na honestidade dos políticos, muitos acreditam na justiça cegamente ao ponto de defende-la, muitas vezes se enganam, acho que vão se enganar mais uma vez.

Ontem aconteceu um encontro fortuito entre o Presidente, o Acolumbre, o novo escolhido por Bolsonaro para o STF, Kassio Nunes Marques, justamente na casa do ministro Toffoli, se você acha que foram jogar truco ou assistir uma partida de futebol, comer uma pizza, você faz parte do grupo dos ingênuos coletivos.

Qual o motivo levaria o Presidente ir na residência do expresidente do STF, que acabou de entregar o cargo, mas continua ministro, ora, vendo as imagens, se vê trocas de afagos como se fossem amigos a muito tempo, isso para mim seria o suficiente para o Toffoli ser impedido de julgar o Presidente, neste país se misturam o Executivo com o Judiciário e leva o Congresso junto a uma cumplicidade sem limites, isso cheiro um novo arranjo tipo me salva que eu te salvo, aliás, todos acham que serão salvos.

Pelo perfil do novo ministro escolhido para ocupar a vaga no STF, contraria tudo o que o Bolsonaro pregou, escapa só a religiosidade, o resto, pelo o que vi publicado a respeito do novo ministro, ele é contra a prisão após a segunda instância, isso é contra os anseios da maioria dos brasileiros que esperam por justiça, cada vez mais o Bolsonaro está na contra mão dos anseios dos seus seguidores.

Fica uma dúvida, a indicação para a vaga de desembargador será mais uma negociação para atender o jogo político ou será genuinamente Bolsonaro?

Fico imaginando o regozijo do PT, com a certeza que o Lula não voltará à prisão, também conforta a turma do Centrão e os antigos que colecionam centenas de processos em andamento, sem esquecer os filhos do Presidente.

Eu tinha esperança que o jogo no STF iria mudar, infelizmente tudo indica que o jogo continua, até parece que se deslumbra um salve geral.

Bolsonaro parece um iluminado, tudo cai no colo dele de graça, quando se refere a vagas nos tribunais, agora, justamente a única vaga que cabe a indicação do Presidente, o ministro vai antecipar sua aposentadoria em mais de 2 anos, José Múcio Monteiro já comunicou o Presidente a sua aposentadoria.

Para esta vaga Bolsonaro vai indicar Jorge de Oliveira, um fiel escudeiro, com certeza um aliado para aprovar as suas contas no TCU.

Para a vaga do desembargador que foi indicado para o STF, será mais uma indicação , ele deu três cartadas ao mesmo tempo, fica uma dúvida, a indicação para a vaga de desembargador será mais uma negociação para atender o jogo político ou será genuinamente Bolsonaro?

Brasil realmente não é para amadores.

* Antoinne Saad é empresário na área de tecnologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *