GDF firma contrato com BNDES para privatização da Companhia Energética de Brasília

O Governo do Distrito Federal (GDF) assinou contrato com o Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) para assessorar o processo de privatização da Companhia Energética de Brasília (CEB). Esta é a primeira etapa formal da concessão da empresa para a iniciativa privada.

O acordo de cooperação entre a CEB Holding e a instituição bancária para a liberação da venda de 51% das ações da empresa foi assinada na manhã dessa terça-feira (13) pelo governador Ibaneis Rocha. O restante das ações permanecerão com o Executivo.

Segundo Ibaneis, o objetivo de passar a companhia para o setor privado é aumentar os recursos disponíveis em caixa e tornar a prestação de serviço “mais eficaz” e “de melhor qualidade” ao consumidor.

Técnicos da CEB fazem ajustes em iluminação pública — Foto: Renato Araújo/Agência BrasíliaTécnicos da CEB fazem ajustes em iluminação pública — Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Técnicos da CEB fazem ajustes em iluminação pública — Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

O contrato entre GDF e BNDES inclui a montagem prévia da operação que vai captar recursos para a reestruturação financeira da CEB, e terá validade de 39 meses. O prazo, porém, pode ser prorrogado até a conclusão do processo.

A Companhia Energética de Brasília deverá fornecer ao banco materiais, dados, informações, esclarecimentos, acessos e autorizações relacionados ao projeto, além de proporcionar todas as condições para que a instituição cumpra com suas obrigações contratuais.

A CEB também deverá fazer a interlocução com órgãos públicos e entidades municipais, estaduais, distritais e federais, caso seja necessária para a realização de atividades previstas no contrato.

Da Redação com informações da Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *