Parada LGBT reúne 3 milhões de pessoas em São Paulo

A 23.ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, considerada a maior do mundo, reuniu cerca de 3 milhões de pessoas na Avenida Paulista, em São Paulo. O número de participantes foi informado pela organização do evento. Ao todo, 19 trios elétricos desfilaram pelo local durante mais de 7 horas.

A concentração ocorreu a partir das 10h, na frente do Museu de Arte de São Paulo (Masp), depois a passeata desceu a Rua da Consolação e foi até a Praça Roosevelt.

Atração mais aguardada do dia, a cantora Melanie C, ex-Spice Girl, encantou o público a subir em um dos trios. Ela agradeceu o carinho recebido. “Estou muito feliz de estar de volta a São Paulo, um lugar que sempre foi generoso comigo”, afirmou.

O dia também foi de shows de Aretuza Lovi, Gloria Groove, Iza, Lexa, Luísa Sonza e MC Pocahontas. Durante a abertura do evento, o público gritou frases contra o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL).

Demais convidados

Grávida, a apresentadora Fernanda Lima foi a madrinha da parada LGBT deste ano. “É uma luta que não tem fim, é uma luta por respeito e dignidade”, afirmou, em entrevista à GloboNews. Já o ator Thammy Miranda destacou o tom político da manifestação

Enquanto isso, a atriz Bruna Linzmeyer fez um discurso emocionante sobre união feminina, principalmente no meio gay.“Agradeço a cada mulher que ama uma mulher. Mesmo que amar uma mulher signifique, ainda, correr um risco de vida. Quero agradecer a coragem de vocês. Eu só existo porque a gente existe juntas. Muito obrigada”, disse a global.

Com informações do Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *