Conselho de Saúde rejeita projeto que amplia o modelo de gestão do Hospital de Base

Para a tristeza do GDF, o Conselho de Saúde do Distrito Federal rejeitou em votação nessa última terça-feira (29), o projeto de lei que amplia a atuação do instituto hospital de Base na rede pública do DF.

O Conselho de Saúde é formado por 28 membros que representam o governo do DF, sindicatos profissionais e associações de usuários. A rejeição foi unânime entre os 15 presentes, que votaram pela judicialização do tema.

Em nota, a Secretaria de Saúde afirma que, pela Lei Orgânica do DF, as deliberações do conselho podem ser acatadas ou questionadas pelo secretário Oskei Okumoto. O texto não diz qual será a posição do chefe da Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *