Depoimento de Tacla Durán e reforma da Previdência estão entre os assuntos da coluna de hoje

Tacla Durán faz sérias acusações

Quem acompanhou o depoimento advogado Rodrigo Tacla Durán, ontem, por teleconferência à CPMI da JBS, ficou estarrecidos. Ele trabalhou para a Odebrecht e a UTC, chegou a negociar acordo de delação premiada com os procuradores da Operação Lava Jato, mas desistiu e fugiu para a Espanha, onde também tem cidadania. É considerado um foragido no Brasil. Entre outras acusações, Durán disse que extratos falsos foram usados contra o presidente Michel Temer numa denúncia apresentada por Rodrigo Janot, ex-procurador-geral da República.

Farofa no ventilador da Lava Jato

Rodrigo Tacla Durán não e nenhum santinho, mas as suas acusações, embora requeiram cautela, devem ser investigadas. Até porque ele apresentou alguns documentos, inclusive periciados na Espanha. Outra acusação grave de Durán joga farofa (poderia ser outra coisas…) no ventilador da Operação Lava Jato. Uma delas é contra o ex-procurador da República Marcelo Miller. A outra respinga no próprio juiz Sérgio Moro. Tacla Durán disse que o advogado Carlos Zucoloto Junior, de Curitiba, amigo de Moro e sócio da mulher dele, lhe ofereceu facilidades no acordo de delação, com redução de pena e multa.

Reforma da Previdência

O presidente Michel Temer corre contra o tempo para tentar aprovar a reforma da Previdência, depois que observa o número de deputados da base reduzido em relação à proposta. Por esta razão, ele vai reunir ministros e líderes de partidos governistas no domingo (3). A ideia é fazer um raio-x de quem está do lado do governo. O encontro será a tarde, na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Justiça suspende campanha sobre reforma

A Justiça Federal em Brasília decidiu ontem (30) determinar a suspensão da campanha publicitária sobre a reforma da Previdência Social. A decisão foi proferida pela juíza Rosimayre Gonçalves de Carvalho, da 14ª Vara Federal, a partir de uma ação protocolada pela Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Anfip). Na decisão, a juíza entendeu que o conteúdo das peças publicitárias veicula desinformações.

Supremo mantém validade do Mais Médicos

O Supremo decidiu ontem (30) pela constitucionalidade do Programa Mais Médicos, criado pela ex-presidente Dilma Rousseff em 2013 para melhorar o atendimento na saúde pública. Por 6 votos a 2, a Corte considerou improcedente a ação direta de inconstitucionalidade protocolada pela Associação Médica do Brasil para questionar a validade do programa. Na decisão também foi dispensada a validação de diploma para médico estrangeiro.

‘PSDB não rompeu com governo’

Quem afirma é o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, que contestou o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, que afirmou que “o PSDB não está mais na base de sustentação do governo”. Segundo ele, o “PSDB apoia o programa do governo, o PSDB não rompeu com o governo. Participação no governo ou não é uma questão do presidente”, disse Nunes.

Planalto vê como fava contada

Apesar da declaração de Aloysio Nunes, de fato o PSDB está praticamente fora do governo. Tanto que as substituições dos ministros tucanos já começou. O único dos cinco ministros que não deixará o cargo é o próprio Nunes, tido como da cota pessoal do presidente Temer. De resto, o Palácio do Planalto já vê como fava contada a debandada do partido. Especialmente agora com a confirmação do governado Geraldo Alckmin para a presidência nacional da legenda.

Ministro anuncia mudanças na Lei Rouanet

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, anunciou mudanças na aplicação da Lei Federal de Incentivo à Cultura, conhecida como Lei Rouanet. Com as alterações, a nova instrução normativa da lei teve o número de artigos reduzido de 136 para 73. Entre os itens alterados, está a possibilidade de o incentivador do projeto promover sua marca com ações de marketing e de reforço na promoção dos projetos apoiados, o que antes era considerado vantagem indevida. De acordo com o Ministério da Cultura, “não fazia sentido restringir que as empresas fizessem essas ações relacionadas ao seu patrocínio, usando recursos próprios”.

Bola Dentro

O Produto Interno Bruto (PIB) do País cresceu 0,1% no terceiro trimestre de ano, em relação aos três meses anteriores, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados hoje (1º). Em valores correntes, o PIB alcançou R$ 1,6 trilhão. Agropecuária, que sempre deu grande contribuição para o PIB, registrou queda de 3,0%. Mas a Indústria teve crescimento de 0,8% e os Serviços aumentaram em 0,6%. Foi o terceiro trimestre de crescimento consecutivo.

Bola Fora

Dois episódios envolvendo um deputado e um senador demonstram que nossos parlamentares não suportam críticas. No primeiro, o deputado federal Paulo Pimenta dá voz de prisão para uma manifestante que o abordou num dos corredores da Câmara. Em outro, o senador Romero Jucá tenta tomar o celular de uma manifestante que o esculachou no avião.

 Frase do Dia

“Levante a mão quem na vida nunca se decepcionou com um amigo. Óbvio que eu me decepcionei”

Luciano Huck sobre Aécio Neves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *